Ator da Record foi roubado e espancado antes de morrer

O ator Edson Caldas foi roubado e espancado antes de morrer. A informação foi confirmada pela polícia, que apreendeu a arma utilizada no crime. Após prenderem dois suspeitos, os agentes da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense ainda estão em busca de um terceiro comparsa.


Edson Caldas

Segundo as investigações, o ator da Record foi atraído para um encontro sexual em Engenheiro Pedreira, no município de Japeri, que fica na Baixada Fluminense, e acabou se tornando vítima de um grupo criminoso. Levado para a delegacia, um dos homens detidos confessou outros três assassinatos com o mesmo modo de atuação.

De acordo com o relato da polícia, ao chegar no local marcado, Edson foi surpreendido e rendido pelos criminosos, que o obrigaram a fazer transferências bancárias e levaram outros pertences pessoais, como relógio.

Após ser vítima de roubo, o ator foi amarrado e colocado na mala do seu próprio carro, um Fiat Doblo. Em seguida, a vítima foi levada para um matagal próximo ao Rio Guandu, em Seropédica, onde foi executada. Os bandidos fugiram no carro do ator.

A corporação revelou que o grupo usava um um site de troca de casais para atrair as vítimas. Depois do primeiro contato, eles marcavam um encontro na fábrica de gelo de um dos autores, em Japeri, ou na casa da pessoa. Chegando lá, realizavam o ritual de roubo, espancamento e morte.


A primeira identificação do corpo de Edson foi feito através do depoimento de um dos homens presos, além disso as descrições dadas pela família concidem. Para confirmar a identidade do ator, será realizado um exame de DNA.

As investigações continuarão durante a prisão temporária dos dois suspeitos. O objetivo da polícia é identificar as mulheres envolvidas no esquema criminoso e localizar o terceiro homem, já identificado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *