Bolsonaro assina medida provisória que autoriza venda direta de etanol

O presidente da República, Jair Bolsonaro, assinou hoje (11/8), em cerimônia no Palácio do Planalto, a medida provisória que autoriza a venda de etanol por produtores ou importadores diretamente aos postos de combustíveis.

A venda direta sem passar pelas distribuidoras, já foi defendida diversas vezes pelo presidente, como uma forma de reduzir o preço do combustível.

O governo tem como objetivo propiciar mais eficiência logística para o setor. De acordo com o MME, a medida está alinhada aos princípios da política energética nacional e promove a abertura do mercado e o aumento da concorrência, com potencial redução dos preços dos combustíveis, trazendo benefícios importantes para o consumidor final.

“Após 20 anos, esperamos que, até 2022, até oito novos agentes comecem a atuar no segmento de refino, competindo entre si e com a Petrobras e importadores, fornecendo produtos a distribuidores e revendedores, impactando na dinâmica de todas as etapas da comercialização”

Ministro Bento Albuquerque

A medida provisória de combustíveis ainda não foi publicada no Diário Oficial da União, mas a divulgação em edição extra deve sair ainda hoje.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.