Bolsonaro chama Elon Musk de “mito da liberdade” em encontro

Nesta sexta-feira (20/5), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que a compra do Twitter por Elon Musk foi um “sopro de esperança”. A declaração ocorreu durante encontro paralelo entre o chefe do Executivo e o fundador da Tesla, que participa do evento “Conecta Amazônia”, na cidade de Porto Feliz, no interior de São Paulo.

O ministro das Comunicações, Fabio Faria, estava ao lado de Bolsonaro. Em seu discurso, o presidente disse acreditar que, com Musk no comando da rede social, o Twitter investirá ainda mais na liberdade de expressão — Bolsonaro e seus apoiadores questionam algumas ações da plataforma como remover posts, acrescentar marcas de “informação falsa” ou mesmo banir usuários.

O mais importante da presença dele é algo que é imaterial. Hoje em dia poderíamos chamá-lo de mito da liberdade. É aquilo que nos fará falta para qualquer coisa que porventura possamos pensar para o futuro.

Bolsonaro

E acrescentou:

Em seu discurso, o chefe do Executivo celebrou o acordo e defendeu que o projeto servirá para tornar a floresta conhecida e sanar as “mentiras” que difundem sobre a política ambiental de seu governo.

Bolsonaro

Nós pretendemos, precisamos e contamos com Elon Musk para que a Amazônia seja conhecida por todos no Brasil e no mundo. Mostrar a exuberância dessa região, como ela é preservada por nós e quanto malefício causa para nós aqueles que difundem mentiras sobre essa região.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.