Heleno diz temer assassinato de Bolsonaro em 2022

O ministro do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno, disse na noite de hoje (14/12), que está “muito preocupado” e rezará para que Jair Bolsonaro não sofra um atentado fatal em 2022.

De acordo com o colunista do Metrópoles, Guilherme Amado, o general fez essas declarações na formatura do Curso de Aperfeiçoamento e Inteligência, para agentes já em atividade na Agência Brasileira de Inteligência. Segundo Heleno, é preciso agir para evitar a adoção da “solução mais rápida: eliminar o presidente da República”.

Tenho uma preocupação muito grande com esse 2022, porque acho também que uma medida muito simples para mudar, em dez segundos, 20 segundos, totalmente o panorama brasileiro. Um atentado ao presidente da República bem-sucedido modifica totalmente a história do Brasil. Tenho plena consciência disso.

Heleno

E acresentou:

A partir da virada do ano, vou todo dia à Igreja rezar alguma coisa, vou ao Centro Espírita também, aos evangélicos, tudo o que tiver por aí, torcer para que ninguém adote essa solução como uma solução que é, é a solução mais rápida, mais viável, com mais resultado. É eliminar a figura do presidente da República.

Heleno

O ministro ainda afirmou que os agentes serão importantes para evitar um eventual ataque contra Bolsonaro.

2 thoughts on “Heleno diz temer assassinato de Bolsonaro em 2022

  • 15/12/2021 em 00:33
    Permalink

    Já tentaram antes, com certeza absoluta vão tentar de novo. A esquerda é inescrupulosa, o caso Celso Daniel é um de vários exemplos. O comunismo deve ser criminalizado no Brasil como já foi feito em alguns países.

    Resposta
  • 15/12/2021 em 01:15
    Permalink

    É muito ódio e perseguição diariamente, a oposição não aceitou perder
    e ainda tem o apoio do STF, é triste saber que o Presidente está correndo perigo.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.