Polícia Federal investiga se CPI vazou dados sigilosos

A PF determinou na tarde da última quarta-feira (4/8) a abertura de um inquérito para investigar um possível vazamento de depoimentos sigilosos enviados pelo órgão à CPI da Pandemia.

Os depoimentos em questão fazem parte de duas investigações em curso na Polícia Federal, uma sobre suspeita de prevaricação do presidente Jair Bolsonaro e outra sobre as supostas irregularidades na compra da vacina Covaxin.

A Polícia Federal disse por meio de nota que encaminhou à Comissão a íntegra dos autos dos inquéritos no dia 2 de agosto e o depoimento de oito pessoas intimadas sem edições. Desde então, vídeos e termos das oitivas foram divulgados pela imprensa.

O senador Randolfe Rodrigues, afirmou que não aceitará “intimidações” e recorrerá ao Supremo Tribunal Federal para trancar o “inquérito ilegal e ilegítimo”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.