A hipocrisia de Fábio Porchat

Nesta última quarta-feira (15/12), em participação no Vênus Podcast, Fábio Porchat afirma que deve ridicularizar piadas com religião, porém, não podemos fazer piadas com LGBT, gordos, mulheres e negros.

No podcast, o humorista relatou que leu a Bíblia e comentou com colegas religiosos para criar o roteiro de “Te Prego Lá Fora”, a animação preparada como novo especial de natal deste ano do “Porta dos Fundos”.

Eu comento com pessoas religiosas sobre a Bíblia, e ninguém faz a menor ideia do que está escrito na Bíblia. Ninguém lê a Bíblia. E isso é o que me dá mais medo. As pessoas ficam muito loucas porque, no fim das contas, elas não acreditam nesse Jesus de verdade, o Jesus do amor.

Fábio Porchat

Além disso, o ator se posicionou em relação as piadas envolvendo figuras religiosas.

Temos que fazer e temos que rir. Porque se uma coisa se torna sagrada, ela se torna intocável. Ela se torna lei e ela se torna um monstro. E esse monstro vai engolir a todos nós.

Fábio Porchat

De acordo com o Porchat, não podemos fazer piadas com LGBT, gordo, mulher e negro porque temos que respeitar as pessoas e quem elas são, ele considera isso um grande absurdo, mas para desrespeitar os cristãos o “humor” não tem limites.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.