‘As pessoas não podem ser discriminadas entre vacinados e não vacinadas’, diz Queiroga

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse na manhã de hoje (9/12), que a população não pode ser discriminada entre pessoas vacinadas e não vacinadas contra a Covid-19.

De acordo com a portaria, serão exigidas, a partir de sábado (11/12), apresentação do comprovante de imunização contra a Covid-19 e quarentena de 5 dias para viajantes não vacinados contra a doença.

Segundo Queiroga a permissão de entrada de não vacinados garante que não haja “discriminação” de viajantes que não foram imunizados contra a doença.

As pessoas não podem ser discriminadas entre vacinados e não vacinadas. É por isso que a portaria estabelece alternativas pra quem livremente optou por não aderir a uma política ou outra, e que é ofertada pelo Sistema Único de Saúde.

Queiroga

A declaração foi dada horas após a publicação da portaria que estipula novas regras de entrada para viajantes brasileiros e estrangeiros ao Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.