‘PEC da prisão em 2ª instância só avança se a sociedade se mobilizar’, diz autor do texto

O autor da PEC da prisão após condenação em 2ª instância, Alex Manente, concedeu uma entrevista para Crusoé hoje (9), e criticou a manobra que evitou a votação do texto na comissão especial.

Como foi relatado aqui no Vista Pátria, na última quinta-feira (8/12), PP, PL, e Republicanos sabotaram a pauta, substituindo integrantes do colegiado por parlamentares contrários ao texto.

Segundo Manente, a PEC só vai aprovar com mobilização da sociedade:

Agora, a pauta só vai avançar se a sociedade se mobilizar. Se houver uma forte pressão, vamos conseguir pautar o debate em plenário, independentemente da vontade pessoal do presidente da Câmara.

Manente

Durante a construção do relatório, Fábio Trad fez várias concessões aos parlamentares da comissão, como a previsão de que a execução antecipada da pena só valeria para processos iniciados a partir da sanção do texto.

Manente afirmou que tudo isso não faz sentido:

Não há mais por que fazer concessões se os novos integrantes da comissão são contra a PEC de qualquer maneira.

Manente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.