Barros diz que processará senadores que votarem a favor do relatório da CPI

O deputado federal Ricardo Barros, afirmou na tarde de hoje (20/10), que irá processar todos os senadores que votarem a favor do relatório apresentado por Renan Calheiros na CPI da Covid.

O relatório elaborado pelo senador Renan Calheiros conta com 1.180 páginas e pede o indiciamento de 66 pessoas e de duas empresas. No documento, o relator da CPI pediu à Polícia Federal que investigue empresas de Barros. Seu nome apareceu na comissão no caso da vacina indiana Covaxin.

A investigação provou que eu não participei, e ele [Renan Calheiros] insiste em fazer uma tese que não tem fundamento nenhum. Vai responder juridicamente. E os outros senadores que votarem a favor do relatório também, na sucessão. Ele eu processo agora, quando ele divulga seu relatório. Os outros eu divulgo depois, quando votarem a favor do relatório dele sabendo que não tem os elementos.

Ricardo Barros

Barros também afirmou que a CPI não encontrou qualquer evidência de crime.

Informarei a cada senador, vou tentar um destaque no plenário, mas se não tiver um senador que apresente, informarei a cada senador a minha defesa, o esclarecimento de que as ilações do relatório do Renan não se confirmaram. Eles podiam ter encontrado elementos de prova e colocado, mas não encontraram.

Barros

De acordo com Barros, ele seguirá como líder do governo independentemente das acusações do relatório final da comissão de inquérito.

Estou tranquilo, adorei o relatório, não tem uma vírgula do relatório que me comprometa. Zero. O presidente Bolsonaro já falou em entrevista que eu estou na liderança e conto com a confiança dele para conduzir as questões de governo… Isso é um circo. Vou repetir, é um circo. E um circo não vai influenciar as decisões do governo

Barros

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.