Biden faz o primeiro discurso como presidente dos EUA na ONU

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, fez seu primeiro discurso na Assembleia-Geral das Nações Unidas, nesta terça-feira (21/9).

Biden convocou as nações do mundo a abordar com força as questões globais inflamadas da pandemia COVID-19, mudança climática e abusos dos direitos humanos.

Confira os pontos mais importantes do discurso de Biden

1 Biden defendeu a saída dos EUA do Afeganistão e o fim da guerra travada há 20 anos, celebrando a “era da forte diplomacia”. Ele reconheceu, porém, os riscos ainda existentes do terrorismo.

2 O presidente dos EUA também exaltou a União Europeia, irritada com o recente acordo americano com Reino Unido e Austrália. Ainda assim, Biden reforçou a importância do fortalecimento dos laços com aliados do Indo-Asiático, o que inclui os australianos.

3 Sem citar nominalmente nenhum país rival, Biden rejeitou a ideia de uma “nova Guerra Fria”, mas disse que os EUA se opõem a “países mais fortes que tentam controlar os mais fracos”.

4 O democrata também anunciou uma ajuda de US$ 100 bilhões para que os países em desenvolvimento combatam mudanças climáticas. Ele também disse que planeja uma ajuda de US$ 10 bilhões para a luta contra a fome.

5 Em relação à pandemia, Biden celebrou a vacinação e o compartilhamento de vacinas com outros países — em um momento de baixa procura pelos imunizantes nos EUA.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.