Cármen Lúcia fez declaração polêmica: ‘Não podemos admitir traidores da Constituição’.

A ministra do STF, Carmen Lúcia, durante uma palestra na PUC-MG, na tarde de hoje (23/8), criticou declarações que colocam em dúvida a integridade das eleições.

A declaração da ministra ocorre em um momento delicado entre o presidente Jair Bolsonaro e o poder Judiciário.

Eu acho que nós não temos vocação para a tirania, acho que temos vocação para a liberdade […]Quem gosta de sombra é cego. Quem tem olhos gosta de luz. E a liberdade é o regime de luz, não a tirania

Cármen Lúcia

Vale ressaltar, que a ministra também falou sobre o voto impresso:

As urnas eletrônicas são confiáveis e confiadas pelo cidadão brasileiro

Cármen Lúcia

Cármen Lúcia também afirmou que não pode:

Admitir traidores da Constituição, que são traidores da história brasileira do presente e, principalmente, do futuro

Cármen Lúcia

E acresentou:

Os limites são postos pela Constituição. Compete ao Poder Judiciário e, em última instância, ao Supremo, como última palavra, fazer cumprir a Constituição. Ou nas palavras exatas, guardar a Constituição. Isso estamos fazendo, e por isso várias vezes estamos sendo ameaçado, xingados

Cármen Lúcia

One thought on “Cármen Lúcia fez declaração polêmica: ‘Não podemos admitir traidores da Constituição’.

  • 23/09/2021 em 10:51
    Permalink

    Carmem Lúcia está de brincadeira!!??
    Bruxa! Comece por vc e peça renúncia!!!
    Vocês togados do STF só nos envergonham. Sua existência no governo como nomeados e não eleitos só nos tem trazido a desgraça da Justiça, enorme insegurança e total descrédito em suas decisões.
    Vcs não merecem o ar que respiram e a comida que comem! Renunciem e nos deixem em paz!
    🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.