Decisão da Justiça obriga retorno do Terça Livre no YouTube.

Dia 15 de julho, como foi relatado aqui no Vista Pátria, a juíza Ana Carolina Munhoz de Almeida, da 8ª Vara Cível do Tribunal de Justiça de São Paulo, derrubou a liminar que restabeleceu os canais do Terça Livre no YouTube.

YouTube pode derrubar canal do Terça Livre novamente.

Mas na tarde de hoje (21/7), o desembargador Mathias Coltro, do Tribunal de Justiça de São Paulo, derrubou a sentença da juíza que suspendeu o canal do Terça Livre.

O desembargador afirmou que o vídeo de Donald Trump, motivo da exclusão do canal, não contém incitação à violência.

Mathias Coltro ressalta, ainda, o prejuízo causado ao Terça Livre pela ação do YouTube, com isso a decisão exige o restabelecimento imediato do canal e determina multa diária de R$ 10 mil no caso de descumprimento.

3 thoughts on “Decisão da Justiça obriga retorno do Terça Livre no YouTube.

  • 21/07/2021 em 16:31
    Permalink

    Deus seja louvado!
    Viva Terça Livre!

    Resposta
  • 21/07/2021 em 18:23
    Permalink

    Graças a Deus mais uma notícia boa essa semana!!

    Resposta
  • 21/07/2021 em 18:51
    Permalink

    Não posso acreditar,em como ainda existem pessoas que querem o retorno da esquerda no nosso Brasil!!!, só pode ser pessoas que faça parte das roubalheiras.
    Pessoas que não tem amor ao proximo e nem nos própios filhos e netos.
    Forte abraço Presidente,estamos com o Sr.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.