YouTube pode derrubar canal do Terça Livre novamente.

Na tarde de hoje (15/7), a juíza Ana Carolina Munhoz de Almeida, da 8ª Vara Cível do Tribunal de Justiça de São Paulo, derrubou a liminar que restabeleceu os canais do Terça Livre no YouTube.

Segundo a Ana Carolina Munhoz de Almeida, o vídeo do discurso de Trump falando sobre seu banimento no Twitter, motivo da exclusão dos canais pelo YouTube “parece mais ter o objetivo de incitar violência do que propriamente informar acerca da fala do Presidente. Não há qualquer contextualização da fala de Donald Trump, de forma que, verdadeiramente, parece um vídeo que incita violência”.

Agora a pouco Allan dos Santos alertou sobre a possibilidade da exclusão dos canais do YouTube e pediu o apoio de todos os que acompanham o canal.

Os advogados do canal vão recorrer da decisão, porém, o YouTube pode remover novamente as contas do Terça Livre a qualquer momento.

Terça Livre é um portal de notícias mantido por Allan dos Santos e Italo Lorenzon. O canal ganhou notoriedade nas eleições brasileira de 2018, mantendo-se como uma das plataformas mais populares no Brasil, produzindo conteúdos alinhados com o conservadorismo.

3 thoughts on “YouTube pode derrubar canal do Terça Livre novamente.

  • 16/07/2021 em 11:32
    Permalink

    O problema é que o Judiciário brasileiro está toso aparelhado pela esquerda.
    Esta juíza de merda, ai fazer isto, ela censura e joga no lixo a liberdade de expressão. O ordem agora e’ tomar o poder, conforme autorização do Daniel (vulgo Zé Dirceu). No mínimo foi promovida pelo governo de esquerda. Terrível isto.

    Resposta
  • 16/07/2021 em 12:47
    Permalink

    *SE NÃO HOUVER UMA ATITUDE FIRME, A TIRANIA E EMPÁFIA DOS TOGADOS RASGARÃO OS DIREITOS CONSTITUCIONAIS DEFINITIVAMENTE. *

    Resposta
  • Pingback: Decisão da Justiça obriga retorno do Terça Livre no YouTube. - Vista Pátria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.