Deputada Janaína Paschoal é contra a vacinação obrigatória

A deputada estadual e jurista, Janaína Paschoal, por meio do Twitter, no domingo (09/01), se colocou contra a vacinação obrigatória. A parlamentar disse que vacinados contraem e transmitem a Covid e, portanto, cabe ao cidadão escolher entre o risco de se contaminar ou tomar a vacina.

Paschoal ainda defende a permanência dos alunos não vacinados nas dependências das Universidades Federais:

“Amados, vocês acham justo um estudante, que passou em um vestibular difícil como o da Vunesp, ser ameaçado de perder os créditos das disciplinas já cursadas, se negar apresentar comprovante de vacinação? Pois bem, já há estudantes me escrevendo, relatando esse tipo de situação”, destacou a deputada.

E, alerta para um possível abuso de poder dos governantes que querem exigir a vacinação obrigatória:

“(…) Mas os vacinados se contaminam e contaminam. Diante desse FATO, obrigar a vacinação a 100% da população não passa de ABUSO DE PODER! (…)”.

“Amados, vocês acham justo um estudante, que passou em um vestibular difícil como o da Vunesp, ser ameaçado de perder os créditos das disciplinas já cursadas, se negar apresentar comprovante de vacinação? Pois bem, já há estudantes me escrevendo, relatando esse tipo de situação.

Oportunistas, estão fazendo piada, dizendo que quem defende a liberdade de escolha individual acha que as vacinas matam ou têm chip. Não é nada disso! TODOS estão vendo que o benefício das vacinas é o próprio vacinado, quando contaminado, desenvolver a modalidade leve da doença.

TODOS estão vendo que os vacinados contraem e transmitem COVID 19! Nesse contexto, resta mais forte o DIREITO de decidir entre correr os riscos da doença ou os da vacina. Os riscos das vacinas estão reconhecidos em TODOS os estudos realizados e nas próprias bulas.

Esses riscos são maiores para adolescentes e adultos jovens do sexo masculino. Alguém gastou 15 minutos lendo o Boletim Oficial que compartilhei aqui na sexta-feira? Vejam quantas TROMBOSES já foram notificadas! Olhar para os FATOS é Ciência!

Nenhum jornalista para ler os ESTUDOS e os BOLETINS?  Nenhum se digna a entrevistar os dirigentes das farmacêuticas para perguntar por qual razão duas doses viraram quatro? Desculpem mexer com a religião de vocês, mas eu vou seguir questionando!

Friso as vacinas têm se mostrado úteis sim para amenizar os sintomas da doença. Eu jamais negaria a realidade! Mas os vacinados se contaminam e contaminam. Diante desse FATO, obrigar a vacinação a 100% da população não passa de ABUSO DE PODER!”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.