Ex-governador Witzel vai ao TJ-RJ para tentar anular impeachment

A defesa do ex-governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, entrou com um mandado de segurança no Tribunal de Justiça do Rio pedindo a anulação do impeachment do ex-juiz, aprovado por unanimidade em abril.

O ex-governador do Rio de Janeiro, foi acusado de crime de responsabilidade pela Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro no dia 23 de setembro de 2020 e condenado à perda do cargo 219 dias depois, em 30 de abril de 2021.

Os advogados do Witzel, alegaram que o prazo de 120 dias para que o processo fosse julgado teria sido extrapolado, além de argumentar que teria ocorrido uma série de ilegalidades durante os trâmites.

Vale ressaltar que, a defesa também aponta que a denúncia foi apresentada sem rol de testemunhas, o que teria tornado os depoimentos não arrolados inválidos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.