EXÉRCITO QUESTIONA TSE DURANTE REUNIÃO

Militares questionaram temas relacionados ao funcionamento das urnas, como assinatura de boletins e o envio de dados após o encerramento das eleições

Uma comitiva de dez oficiais que atuam com segurança cibernética foram até o TSE nesta quinta-feira (2), para confrontar os técnicos do Tribunal Superior Eleitoral. Após algumas horas de reunião sobre as urnas eletrônicas, os militares do Exército não se deram por satisfeitos e ficaram de retornar com sugestões sobre melhorias no sistema.

O secretário de Tecnologia da Informação do tribunal, Júlio Valente, fez apresentação sobre todo processo de votação, desde a inclusão de softwares nas urnas à transmissão de informações.

O grupo do Exército contou que vem estudando todo processo para propor ações de aperfeiçoamento. Ficou combinado que outras reuniões acontecerão.

Na semana passada, apesar de não ter formalizado previamente que iria ao Teste Público de Segurança (TPS) das urnas, um representante do Exército, Major Monteiro, especialista do centro de defesa cibernética militar, compareceu ao evento.

Os testes consistiram em uma semana de simulação de ataques às urnas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.