Jogador de vôlei é demitido por criticas ao ativismo LGBT

O jogador Maurício Souza do Minas Tênis Club foi demitido nesta quarta-feira (27) após uma campanha de cancelamento por fazer críticas ao ativismo LGBT em personagens como o Superman.

Apesar de a diretoria não ter dito o motivo, a saída de Maurício está relacionada com uma publicação em seu perfil do Instagram, crítica, a revelação de que o atual Superman, Joe Kent, é bissexual. O jogador de vôlei ironizou a informação divulgada pela DC Comics, que publica a HQ. “Ah, é só um desenho, não é nada demais. Vai nessa que vai ver onde vamos parar.” Diante da repercussão, Douglas Souza, companheiro de Maurício na seleção brasileira, rebateu hoje a publicação e deu início a uma troca de farpas entre os jogadores.

Novo Superman

Mauricio Souza já foi considerado o melhor central da Liga Mundial de Vôlei, e foi medalha de ouro em 2016, mas não resistiu a campanha de cancelamento realizada nas redes sociais da Torcida Independente e apoiada pelos patrocinadores do time, a Fiat e a Gerdau.

Veja a nota do clube:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.