Lewandowski dá 48 horas para governo se manifestar sobre vacinação de crianças

O ministro do STF Ricardo Lewandowski, deu um prazo de 48 horas para o governo federal se manifestar sobre a vacinação contra covid-19 para crianças de 5 a 11 anos. Ele quer saber se haverá inclusão dessa imunização no PNI.

Lewandowski solicitou uma posição ao analisar um pedido do PT. O partido que quer “um cronograma que viabilize a cobertura vacinal adequada de toda a população infantil antes da retomada das aulas”.

Ele está aguardando o governo Bolsonaro se posicionar sobre a criação de um Dia D para imunização ou sobre possíveis datas para implementar mutirões de vacinação.

A Anvisa aprovou a vacinação de crianças nessas faixas etárias, nesta quinta-feira (16/12). Dessa forma, o PT quer o início dessa vacinação o mais rápido possível, mas depois disso tudo o governo federal indicou que não pretende fazer essa imunização rapidamente.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse na tarde de ontem (16/12), que não há doses da vacina contra covid-19 para vacinar crianças ainda neste ano.

É preciso ser feita uma análise. A avaliação da Anvisa é uma avaliação, a avaliação feita pela câmara técnica do ministério é outra avaliação. O ministério vai discutir amplamente esse assunto com a sociedade.

Queiroga

A formulação da dose pediátrica e diferente para da dose para adulto, ela equivale a um terço da usada em pessoas com mais de 12 anos. A orientação é para administração de duas doses, com intervalo de 21 dias.

Durante a sua live semanal, na noite de ontem (16/12), o chefe do executivo se pronunciou sobre esse assunto:

Não sei se são os diretores e o presidente que chegaram a essa conclusão ou é o tal do corpo técnico, mas, seja qual for, você tem o direito de saber o nome das pessoas que aprovaram aqui a vacina a partir dos cinco anos para o seu filho… Agora mexe com as crianças. Então quem é responsável é você pai. Tenho uma filha de 11 anos. Vou estudar com a minha esposa qual decisão tomar.

Bolsonaro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.