Paulo Guedes para FMI: podem fazer “previsão em outro lugar”

Entidade internacional vai encerrar atividades até junho de 2022. Ministro apontou erro em previsões de órgão para economia brasileira

O ministro da Economia, Paulo Guedes, criticou nesta quarta-feira (15) as previsões econômicas realizadas pelos técnicos do Fundo Monetário Internacional (FMI).

Em evento realizado em São Paulo, Guedes lembrou das projeções erradas do Fundo para o Produto Interno Bruto (PIB) do país no ano passado.

“ELES (TÉCNICO DO FMI) JÁ VIERAM AQUI, VIERAM HÁ MUITO TEMPO ATRÁS AQUI NO BRASIL PORQUE TINHAM SEMPRE O QUE FAZER”, AFIRMOU GUEDES. “VIERAM AQUI PARA PREVER UMA QUEDA (DO PIB) DE 9,7% E QUE A INGLATERRA IRIA CAIR 4%. NÓS CAÍMOS 4%, E A INGLATERRA CAIU 9,7%. ESTOU ACHANDO MELHOR ELES FAZEREM PREVISÃO EM OUTRO LUGAR.”

Paulo Guedes

Em junho do passado, no auge dos estragos econômicos provocados pela pandemia do coronavírus, o FMI previu queda de 9% para o PIB brasileir . A previsão do Fundo se revelou completamente errada, a economia brasileira teve uma retração histórico de 4,1%.

Para este ano, o FMI estima que o PIB deve crescer 5,2%, número acima da projeção de salta de 4,65% feita pelos pelos analistas no último relatório Focus, do BC.

O Fundo Monetário Internacional (FMI) informou, nesta quinta-feira, 16, que vai fechar seu escritório em Brasília até o dia 30 de junho de 2022, quando encerra o período da atual representação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.