PGR quer inquérito contra Kajuru por supostas ofensas a Gilmar Mendes.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a abertura de um inquérito contra o senador Jorge Kajuru (Podemos-GO) por supostas ofensas ao ministro Gilmar Mendes.

O Ministério Público Federal (MPF), quer apurar se declarações do congressista ao programa “Os Pingos nos Is”, da Jovem Pan, em agosto de 2020, atingiram a honra do magistrado. As informações são da Revista Oeste.

Na ocasião, o senador disse que o ministro era de “quinta categoria” e o acusou de “venda de sentença”. E, “para mostrar quem que roubou, quem que foi mais canalha, você faz uma fila, é claro que o primeiro nome é o dele, vai ser o mais citado, o mais comentado”, afirmou Kajuru, na época, fazendo referência a Gilmar. Dentre as diligências iniciais propostas, estão as tomadas de depoimentos de Mendes e Kajuru

No ofício, o vice-procurador-geral da República, Humberto Jacques de Medeiros, afirmou que Kajuru fez “graves acusações contra o ministro Gilmar Mendes, apontando suposta prática de condutas criminosas, cuja falsidade poderia caracterizar como caluniosas as acusações”. O ministro Luís Roberto Barroso é o relator do caso.

Em nota, a defesa de Kajuru disse que as falas do senador, embora “fortes e contundentes”, são protegidas pela imunidade parlamentar e estão “dentro dos limites da Constituição”.

“A única coisa que o senador estranha é que justamente neste momento político em que ele passa a ter uma posição mais investigativa contra o presidente da República, a PGR se movimenta para dar andamentos a supostos crimes contra a honra, ao mesmo tempo que faz ouvidos de mercador aos protocolos de pedidos contra o presidente e seus asseclas”, finalizou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.