Sem internet, cubanos recorrem a VPN para driblar a censura

Após o início dos protestos inéditos em Cuba, a conexão à internet móvel no país continua cortada por ordem da ditadura comunista.

A medida representa um apagão quase total, visto que a Ilha tem poucas residências com conexão Wi-Fi. As redes 3G e 4G são controladas pelo monopólio estatal da Empresa de Telecomunicações de Cuba.

Enquanto isso, alguns jovens têm utilizado plataformas de VPN para escapar da censura imposta pelo regime de Miguel Díaz-Canel.

As VPNs criam uma conexão segura entre você e a internet. Quando você se conecta à internet pela VPN, todo o seu tráfego de dados é enviado através de um túnel virtual criptografado. Você ficará mais anônimo na internet, seu endereço de IP e sua localização não ficarão visíveis para qualquer pessoa.

One thought on “Sem internet, cubanos recorrem a VPN para driblar a censura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.