Senador italiano pede desculpas a Jair Bolsonaro por protestos

O senador italiano Matteo Salvini, um dos principais representantes da direita na Europa, se desculpou com o Bolsonaro e com o povo brasileiro, pelos protestos contra a presença do líder brasileiro na Itália.

Ambos estiveram juntos em uma cerimônia realizada em Pistoia, na Toscana, que homenageou os militares brasileiros mortos na Itália durante a Segunda Guerra Mundial.

Trata-se de uma polêmica incrível, feita até na comemoração dos mortos que perderam a vida para defender nosso país e liberá-lo do nazi-fascismo. É um presidente que foi eleito, de uma república amiga, que veio recordar os soldados. Me desculpo em nome das instituições italianas. A polêmica deve estar fora dos cemitérios.

Salvini

Salvini também agradeceu ao governo brasileiro pela agilidade na extradição do terrorista Cesare Battisti, que foi preso e extraditado da Bolívia em 2019. A prisão de Battisti e sua extradição havia sido autorizada pelo Judiciário brasileiro.

Se tivesse que esperar os presidentes de esquerda, os terroristas italianos ainda estariam livres no Brasil.

Salvini

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.