ACM Neto diz que União Brasil vai trabalhar para evitar 2º turno entre Lula e Bolsonaro

O presidente do DEM, ACM Neto, afirmou que o União Brasil, novo partido que surgirá com a fusão entre o Democratas e o PSL, vai fazer de tudo para evitar um segundo turno entre o ex-presidente Lula e o presidente Jair Bolsonaro nas eleições de 2022.

Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, Neto disse ainda que vai trabalhar para que o segundo turno não fique entre o ex-presidente Lula e o presidente Jair Bolsonaro.

Vamos trabalhar muito para evitar que este cenário se coloque. O nascimento do partido tem esse objetivo, de dar uma mexida, uma sacudida nesse campo. Temos hoje no partido três quadros que vocês sabem: Pacheco, Mandetta e Datena.

ACM Neto

E acresentou:

Vamos deixar de conversar com outros partidos? Não. Não vamos. Ao contrário. A gente quer ampliar este diálogo. Eu acho que nenhum candidato novo, para quebrar a polarização, vai ser realmente viável antes de setembro do ano que vem porque nenhum deles tem o recall, a base de já ter sido testado nas urnas, como Bolsonaro e Lula.

ACM Neto

Como foi relatado aqui no Vista Pátria, o DEM e o PSL oficializaram ontem a decisão de se fundirem em um só partido que se chamará União Brasil. A fusão foi confirmada pelas duas legendas após convenções partidárias. O União Brasil, no entanto, só existirá oficialmente após aprovação do TSE.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.