Allan dos Santos aciona Comissão Interamericana de DH

O jornalista Allan dos Santos, apresentou nesta quinta-feira (9/12), uma denúncia na Comissão Interamericana de Direitos Humanos.

O dono da antiga empresa de comunicação Terça Livre, pediu à CIDH que seja expedida medida cautelar contra o estado brasileiro para revogação de decisões do ministro do STF Alexandre de Moraes no inquérito que apura supostas fake news.

Moraes determinou a prisão do jornalista e expediu medidas judiciais que culminaram no fim do Terça Livre.

Cabe lembrar que a ordem de Alexandre de Moraes deixou cerca de 50 colaboradores do Terça Livre TV sem o salário ao bloquear as contas bancárias da empresa.

Defesa de Allan dos Santos

Na pedido para à CIDH, o Allan também solicitou ainda que o órgão recomende a revogação das intervenções de Moraes nos processos em que o jornalista pleiteia reparação à sua honra contra outros veículos de imprensa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.