Biden deportará cubanos que tentarem exílio nos EUA

As pessoas que fogem de Cuba e Haiti de barco não poderão entrar nos Estados Unidos, mesmo que tenham medo de perseguição ou tortura em seu país de origem, alertou o secretário de Segurança Interna Alejandro Mayorkas na terça-feira.

“Deixe-me ser claro: se você for para o mar, não virá para os Estados Unidos”, disse Mayorkas, enfatizando os perigos de atravessar o Mar do Caribe e o Estreito da Flórida de barco.

Mayorkas, um imigrante cubano que fugiu da ilha com sua família em 1960, emitiu seu aviso severo após os eventos políticos sísmicos que abalaram Cuba e Haiti nos últimos dias.

Em Cuba, protestos em larga escala eclodiram no fim de semana, formando uma das maiores manifestações públicas de dissidência que o governo comunista da ilha enfrentou. Enquanto isso, no Haiti, o assassinato descarado do presidente Jovenel Moise mergulhou o país mais pobre do Hemisfério Ocidental em mais agitação política.Um soldado patrulha a área perto da delegacia de polícia de Pétion Ville, onde as pessoas se manifestam após o assassinato do presidente haitiano Jovenel Moise em 08 de julho de 2021 em Porto Príncipe, Haiti. Moise foi morto e sua esposa ferida em um ataque à sua casa na capital do país na quarta-feira.

Mayorkas disse que aqueles que tentarem chegar aos Estados Unidos por mar serão interceptados pela guarda costeira e imediatamente devolvidos aos seus países de origem. Mesmo que os requerentes de asilo consigam garantir entrevistas com autoridades dos EUA, acrescentou Mayorkas, eles não poderão pisar em solo americano, independentemente do resultado de suas verificações.

“Se os indivíduos o fizerem, estabelecerem um medo fundamentado de perseguição ou tortura, eles serão encaminhados a países terceiros para reassentamento”, disse Mayorkas. “Eles não entrarão nos Estados Unidos.”

One thought on “Biden deportará cubanos que tentarem exílio nos EUA

  • 18/07/2021 em 10:43
    Permalink

    Bom dia,
    Uma situação muito difícil.
    Alan parabéns pela matéria.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.