Bolsonaro diz que passou mandato se defendendo de interferência do STF

Nesta quinta-feira (19/5), o presidente Jair Bolsonaro disse que passou metade do mandato se defendendo de “interferências indevidas” do STF. A declaração foi dada durante discurso do chefe do Executivo federal no congresso Mercado Global de Carbono, realizado no Rio de Janeiro.

Muitos dos meus ministros poderiam estar muito bem de vida, ganhando 10 vezes mais em outro local, mas preferiram vir para dentro do governo e sofrer muito com interferência explícita do Poder Judiciário, o que é muito lamentável. [Passei] mais da metade do meu tempo me defendendo de interferência indevida do STF. É triste isso daí.

Bolsonaro

Além de falar sobre as decisões do Supremo, o chefe do Palácio do Planalto disse que o governo está “fazendo sua parte e jogando dentro das quatro linhas [da Constituição]”. O presidente voltou a levantar dúvidas sobre a segurança do processo eleitoral.

As Forças Armadas foram convidadas a participar do processo eleitoral, e não vão ser jogadas no lixo as observações, as sugestões das Forças Armadas. Eu quero que aqui, quem porventura votar no outro lado, o voto será respeitado. Quem votar pro lado de cá também seja respeitado. Não podemos enfrentar um sistema eleitoral onde paire a sombra da suspeição.

Bolsonaro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.