Damares vai investigar vídeo em que líder do MBL fala de estupro

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, afirmou que vai entrar com uma representação no Ministério Público contra o líder do MBL, por um vídeo do líder do Movimento Brasil Livre, Renan do Santos, em que aparece fazendo uma apologia ao estupro, que viralizou na noite do último domingo (12/9).

O vídeo, traz Renan Santos conversando com uns amigos e afirmando que, caso o grupo seja impedido de entrar no bar, a ativista Bárbara Tonelli seria estuprada. A gravação ocorreu em 2018.

A Barbara, a jovem citada por Renan Santos saiu em defesa do integrante do MBL e disse que se trata de uma “piada interna” entre eles. Confira a declaração:

A Bárbara do vídeo sou eu. E foi piada interna minha e do @RenanSantosMBL Conheço o Renan há mais 6 anos. Inclusive não tive problemas com ele sobre isso. Só vcs que não tem o que fazer.

Barbara

A ministra Damares rebateu a situação:

NÃO É BRINCADEIRA! Já pedi atuação da Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos. Quero apuração! Inadimissivel Isto! Inadimissivel! Não vamos permitir que estes jovens que se dizem tão politizados façam uma “brincadeira” desta!.

Damares

E acrescentou:

Já vamos amanhã (hoje) ao Ministério Público pedir apuração para saber se o vídeo é autêntico e se esta frase sobre ESTUPRO foi mesmo pronunciada em caso positivo vamos pedir as providências previstas em lei.

Damares

One thought on “Damares vai investigar vídeo em que líder do MBL fala de estupro

  • 13/09/2021 em 17:57
    Permalink

    Punição severa para o Renan.
    Chega de panos quentes para essa molecada.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.