LIBERDADE DE EXPRESSÃO

YOUTUBE TEM 72h PARA EXPLICAR RESTIÇÕES A CONTEÚDOS RELACIONADOS A ARMAS

A 17ª Vara Cível Federal de São Paulo, publicou a decisão nesta segunda (13). O Google, empresa detentora da marca Youtube, tem 72h para explicar os mecanismos que restringem publicações relacionadas a armas de fogo.

A decisão é decorrente de uma Ação Civil Pública, movida pela Associação Nacional Movimento Pró Armas, que dentre outras demandas, solicita a suspenção das penalidades impostas aos usuários que produzissem vídeos relacionados ao tema.

Segundo a Associação Nacional Movimento Pró Armas, o YouTube vem, progressivamente alterando as normas e “proibindo” a veiculação de conteúdos relacionados a armas de fogo, ainda que o conteúdo seja apresentado de forma responsável e adequado às normas legais brasileiras.

O PROARMAS tem por objetivo informar e proteger os direitos do cidadão brasileiro no tocante ao armamento civil e a legítima defesa. A entidade ganha força e legitimidade através da associação de novos membros. Para isto, basta acessar o site da instituição https://proarmasbrasil.com.br/, preencher o formulário e pagar a taxa anual de R$ 38,00. Desta forma, a Associação não só financia suas ações, mas amplia sua representatividade em virtude do crescente numero de membros representados.

Valdinei Martins

Sou um cristão empregando todos os esforços para deixar aos meus filhos um legado de defesa da liberdade e dos pilares conservadores que nos trouxeram até aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.