Tanques de guerra entrarão na praça dos três poderes, em dia de decisão sobre voto impresso

Um comboio militar composto por blindados e lança-foguetes entrará pela Esplanada dos Ministérios e estacionarão em frente ao Palácio do Planalto para apresentar-se ao presidente Jair Bolsonaro.

O deslocamento faz parte da Operação Formosa, que tem o propósito principal de assegurar o preparo do Corpo de Fuzileiros Navais como força estratégica, de pronto emprego e de caráter anfíbio e expedicionário, conforme previsto na Estratégia Nacional de Defesa.

Este ano, a operação contará pela primeira vez com a participação do Exército Brasileiro e da Força Aérea Brasileira. Amanhã (10/8) pela manhã, o comboio com os veículos blindados, armamentos e outros meios da Força de Fuzileiros da Esquadra, que partiu do Rio de Janeiro, passará por Brasília, a caminho do Campo de Instrução de Formosa.

A operação contará com mais de 2,5 mil militares das Forças Armadas do Brasil, em uma simulação de operação anfíbia, uma das mais complexas ações militares. E haverá mais de 150 veículos, como aeronaves, carros de combate, veículos blindados, de artilharia, anfíbios e lançadores de mísseis e foguetes.

No entanto, a grande mídia brasileira está nesse momento divulgando essa operação tão tradicional no Brasil realizada desde 1988, como um grande golpe do Bolsonaro para coagir deputados na votação da PEC do voto impresso.

Deputados de esquerda também tentaram emplacar a narrativa de golpe de Estado. O deputado federal, Marcelo Freixo, declarou:

Bolsonaro mais uma vez rebaixa as Forças Armadas ao papel de milícia presidencial. O desfile de blindados é uma violência contra o Poder Legislativo e o Estado de Direito. Não nos intimidaremos c/ as ameaças de um presidente delinquente. Vamos derrotar o golpe do voto impresso.

Tuíte do deputado Marcelo Freixo

Já o deputado do PT, Paulo Pimenta, declarou:

PROJETO DE DITADOR: Bolsonaro fará desfile com tanques wde guerra no dia que Câmara discute voto impresso. Todo o dia o miliciano encontra uma forma diferente para ameaçar a ditadura. Lira, passou da hora do impeachment!

Tuíte do deputado Paulo Pimenta

O analista político, jornalista e fundador do Vista Pátria, Allan Frutuozo, apontou detalhes durante sua análise em nosso canal no YouTube no video: Tanques de guerra a caminho de Brasília

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.