Japão adiciona aviso de inflamação cardíaca aos rótulos da vacina contra COVID

Autoridades do Japão aprovaram um plano para imprimir uma lista de “efeitos colaterais graves”, incluindo miocardite, nos rótulos da vacina contra a COVID-19.

A decisão foi tomada no início deste mês por um painel de especialistas do Ministério da Saúde japonês e se aplicará aos rótulos das vacinas Pfizer e Moderna COVID-19.

O Ministério da Saúde japonês também exige que os hospitais realizem uma notificação detalhada e rigorosa de quaisquer eventos adversos dentro de 28 dias após a vacinação.

Preocupações foram levantadas no Japão sobre os riscos de miocardite em homens jovens após a injeção com as vacinas Pfizer e Moderna mRNA, e especialistas de lá alertaram que as vacinas representam um risco 7 vezes maior de morte do que o próprio vírus para pessoas na casa dos 20 anos.

O Japão também tem sido mais transparente sobre o conteúdo das chamadas vacinas do que tem sido típico em outros países até agora. Instruções sobre vacinação com produtos PfizerAstraZeneca Moderna publicadas no site do Ministério da Saúde incluem um aviso de que esses produtos “contém um aditivo que nunca foi usado em uma vacina antes”.

livrariavistapatria.com.br

Embora o Ministério da Saúde japonês ainda incentive os cidadãos a se vacinarem, o país adotou uma abordagem mais sutil para a questão da vacina do que muitos países ocidentais, enfatizando a importância do consentimento informado.

Um parágrafo intitulado “Consentimento com a vacinação” foi incluído na página de vacinas contra a COVID-19 do site do ministério da saúde do Japão. https://www.mhlw.go.jp/stf/covid-19/vaccine.html

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.