Javier Miei não negociará com governo de Fernandez

O principal candidato nas eleições legislativas argentinas, Javier Milei, não negociará com o governo de Alberto Fernandez. O libertário é o favorito para ser o mais votado para o cargo de deputado nacional pela província de Buenos Aires.

O candidato de Buenos Aires foi categórico: “Eu não dialogo com pessoas imorais. Fazemos uma abordagem diferente, pensamos nas questões sob uma perspectiva moral. Nosso principal problema é o coletivismo que nos empobreceu tanto”, disse ele.

Javier Milei é uma espécie de Bolsonaro argentino. Por onde passa arrasta multidões, é um ferrenho defensor da liberdade, é direita, e um libertário com muitos valores conservadores e quer exterminar a esquerda do seu país. Forte candidato nas eleições deste domingo (14).

Outros candidatos concordam em negociar

O candidato Joé Luis Espert disse que concordaria em dialogar com o governo nacional. Além disso, ele indicou que seu espaço político busca “ser capaz de tornar a vida dos argentinos um pouco mais feliz”. Em declarações à imprensa após a votação, ele reconheceu que nesta eleição há mais afluxo de pessoas do que nas primárias.

Sérgio Massa, que é o atual presidente da Câmara, ressaltou que “amanhã o que se segue é a responsabilidade de governar, recuperar o trabalho, consolidar o crescimento da Argentina”, observando que “o Congresso tem que ser o lugar de acordos e dissidência, mas com respeito; as pessoas não precisam de políticos lutando, mas resolvendo a enorme quantidade de problemas”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.