Linguagem neutra dos gays estraga a garotada, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro, em um conserva com seus apoiadores no cercadinho, falou sobre o uso da linguagem neutra.

Lembra uns dois anos atrás, o pessoal da linguagem neutra, os gays. Não tenho nada contra nem a favor, cada um faz o que bem entender. O que faz a linguagem neutra dos gays? O que soma para a gente? Agora, estimula a moleca a se interessar por essa coisa.

Bolsonaro

O chefe do executivo também afirmou que a derivação linguística “estraga a língua portuguesa”.

Ele também disse que “parte da garotada que nem sabe o portugês quer a linguagem neutra” e disse que pautas assim servem para desestimular o raciocínio.

O uso do gênero neutro na língua portuguesa é tema de projeto de leis em 19 estados brasileiros e no Distrito Federal, de acordo com levantamento feito pela Agência Diadorim. No total, 34 propostas têm por objetivo impedir a variação gramatical para além do gênero feminino e masculino.

Vale ressaltar que, A primeira lei aprovada foi em Rondônia, assinada pelo governador Marcos Rocha. A norma proibiu a linguagem neutra em editais de concursos públicos e no material didático e na grade curricular de instituições de ensino.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.