“Não vou deixar de falar o que falo, de pensar o que penso.” diz Otoni de Paula

O deputado Otoni de Paula fez uma live há pouco no Facebook, após a saída dos agentes da PF de sua residência, onde apreenderam seu notebook e o celular. Ele é um dos alvos da ordem de busca e apreensão expedida por Alexandre de Moraes, a pedido de Augusto Aras.

Não muda em nada a minha vida. Não vou deixar de falar o que falo, de pensar o que penso

Otoni de Paula

O parlamentar, que também é pastor, declarou que recebeu bem a Polícia Federal em sua residência:

Fizemos uma oração a eles, porque são servidores que merecem nosso respeito. Quero louvar a nossa gloriosa Polícia Federal. Cumpriram sua missão.

Otoni de Paula

O deputado afirmou em seu vídeo que não vai mudar sua postura, vai se manter firme como crítico aos ministros do STF:

Eu não vou recuar um milímétro. Este deputado federal aqui, investido da autoridade parlamentar, nao vai recuar um milímetro. Se alguém acha que vou deixar de falar o que penso, não vou fazer isso.

Otoni disse que a Polícia Federal não encontrou joias nem dinheiro em sua casa, pois não é “bandido”. “Não tem como ser político e ficar rico, não tem como ser pastor e ficar milionário. Se ficar, é bandido.”

O analista político, jornalista e fundador do Vista Pátria, Allan Frutuozo, apontou detalhes durante sua análise em nosso canal no YouTube no video:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.