Petista fala em “derramamento de sangue” durante ato contra Bolsonaro

Militante do Partido dos Trabalhadores e do Movimento Nacional das Favelas, André Luiz Abreu de Souza, conhecido como André Constantine,participou de um ato contra o presidente Bolsonaro na Av. Paulista no último domingo (12).

Durante o ato, o petista pediu o fim da Polícia Militar, pediu pela formação de milícias socialistas que sustentariam um futuro governo Lula, além de falar em resistência ao imperialismo norte americano com derramamento de sangue, conforme pode ser visto no vídeo abaixo:

O militante já chegou a ser preso em março de 2021, durante uma manifestação contra o armamento da Guarda Municipal do Rio de Janeiro. A polícia militar alegou desacato e encaminhou o petista para 5ª Delegacia da Polícia Civil.

A manifestação na qual o militante discursou em São Paulo, chamou a atenção pelo baixo número de participantes e pelo radicalismo no discurso da extrema-esquerda.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.