PF faz operação contra hackers que atacou site do TSE

A Polícia Federal deflagrou uma operação, na manhã de hoje (24/8), para desarticular um grupo criminoso por promover um ataque hacker ao site do TSE, em 1º de junho.

De acordo com a corporação cinco mandados de busca e apreensão, um mandado de prisão preventiva e dois mandados de prisão temporária, nas cidades de São Paulo e Araçatuba. As ordens judiciais foram expedidas pela 10ª Vara da Justiça Federal no Distrito Federal. Não foram identificados elementos que tenham prejudicado a segurança do sistema eleitoral. Com um dos suspeitos presos foram apreendidos R$ 22,5 mil em dinheiro, uma arma de fogo, documentos e mídia eletrônica.

Os envolvidos responderão pelos crimes de invasão de dispositivo informático e de associação criminosa, ambos previstos no Código Penal.

A Operação Script Kiddie é resultado de uma investigação iniciada a partir de solicitação do presidente do TSE, o ministro Luis Roberto Barroso. O inquérito foi instaurado depois que uma ação cibernética ilegal foi detectada pelo TSE no mesmo dia em que realizada.

A apuração aponta que um grupo de hackers brasileiros invadiu o site do TSE e realizou um deface para identificar ataques realizados para modificar a página de um site na internet.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.