Senadores ameaçam boicotar votações enquanto Alcolumbre não marcar sabatina de Mendonça

Senadores avisaram o presidente da Casa, Rodrigo Pacheco, em sessão no plenário hoje (18/11), que passarão a boicotar as votações de matérias caso permaneça o impasse em relação à indicação de André Mendonça.

De acordo os parlamentares, se a sabatina de Mendonça na CCJ não ocorrer na semana do chamado esforço concentrado, entre os dias 30 e 2 de dezembro, haverá um movimento coordenado para obstruir a pauta. No período, os senadores estarão em peso em Brasília, pois a análise de autoridades só pode ser feita de forma presencial.

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco também espera que a sabatina de Mendonça aconteça durante o esforço concentrado, entre os dias 30 de novembro e 2 de dezembro. Ele se pronunciou dizendo não ver razão para a paralisação dos trabalhos.

Não vejo razão alguma de paralisarmos o funcionamento pleno do Senado Federal em função de algo que se antevê e possa ser solucionado nesse esforço concentrado.

Rodrigo Pacheco

Vale ressaltar que, na manhã de hoje, os senadores chegaram a apresentar um requerimento para, à revelia, agendar a sabatina para a próxima terça-feira, aproveitando a ausência de Alcolumbre hoje no Senado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.