Alexandre de Moraes abre novo inquérito contra Jair Bolsonaro

O ministro do STF, Alexandre de Moraes, determinou a abertura de inquérito contra o presidente da República, Jair Bolsonaro após ele publicar nas redes sociais documentos sigilosos que integram uma investigação em andamento na Polícia Federal.

“ACOLHO A NOTITIA CRIMINIS ENCAMINHADA PELO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL, DETERMINANDO A INSTAURAÇÃO DE INQUÉRITO ESPECÍFICO, PARA INVESTIGAÇÃO DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA JAIR MESSIAS BOLSONARO, DO DEPUTADO FEDERAL FELIPE BARROS E DO DELEGADO DA POLÍCIA FEDERAL VICTOR NEVES FEITOSA CAMPO, A SER AUTUADO E DISTRIBUIDO POR PREVENÇÃO AO INQUÉRITO 4.781, DE MINHA RELATORIA, nos termos do art. 76 do Código de Processo Penal.”

Alexandre de Moraes

Na última segunda-feira (9/8), o TSE apresentou ao STF uma notícia-crime contra o presidente Jair Bolsonaro por vazamento de inquérito sigiloso da Polícia Federal.

Também passam a ser investigados, sobre o vazamento, o deputado federal Filipe Barros e o delegado da Polícia Federal Victor Neves Feitosa.

Moraes determinou a remoção dos links disponibilizados por Bolsonaro com a íntegra da investigação e o afastamento do delegado da PF que era responsável por esse inquérito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.