Deputados querem criação da CPI das urnas eletrônicas.

Com base nos documentos que provam que o sistema eleitoral do TSE foi inválido em 2018 e teve rastros do crime delatados, deputados como Felipe Barros, Carla Zambelli e Eduardo Bolsonaro segue na missão para criar a CPI das urnas eletrônicas.

A medida havia sido anunciada pelo Eduardo Bolsonaro, Felipe Barros garante que já tem alguns apoios e Carla Zambelli pede apoio a seus seguidores pela CPI das urnas eletrônicas.

O deputado federal, Eduardo Bolsonaro, protocolou um novo requerimento para criação da CPI das urnas eletrônicas. Para a abertura da apuração, são necessárias as assinaturas de pelo menos 171 parlamentares.

O deputado federal, Felipe Barros, está trabalhando em busca das assinaturas necessárias para a CPI das urnas eletrônicas, ele já garantiu que tem 60 apoios.

Em sua conta do Twitter, Zambelli pediu aos seguidores para cobraram seus deputados.

“O Deputado Eduardo Bolsonaro protocolou um novo requerimento de criação de CPI com a finalidade de investigar denúncias de invasão a sistemas e banco de dados do Tribunal Superior Eleitoral, com acesso e divulgação de dados sigilosos. COBREM OS SEUS DEPUTADOS”

Carla Zambelli
CPI DAS ELETRÔNICAS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.