CNN fecha escritórios para parte dos funcionários nos EUA

A CNN dos Estados Unidos decidiu fechar seus escritórios para funcionários considerados “não essenciais” devido ao avanço da Covid-19 e da variante Ômicron no país. A determinação foi divulgada no último sábado (18/12), em um comunicado interno.

Dessa forma, todos os funcionários que não precisam estar na empresa irão trabalhar de forma remota pela duração da medida, que está prevista para terminar em janeiro. De acordo com o presidente da CNN, Jeff Zucker, a decisão foi tomada por “precaução”.

O apresentador Brian Stelter disse, em suas redes sociais, que a empresa está voltando a adotar os protocolos do início da pandemia. Mesmo com número reduzido, os funcionários que permaneceram trabalhando presencialmente deverão utilizar máscaras de forma obrigatória.

Vale ressaltar que, a emissora é uma empresa que tem “tolerância zero” quanto ao tema, a CNN também exige que todos seus contratados estejam vacinados contra a Covid-19. Em agosto, três funcionários foram demitidos por não aceitarem receber o imunizante

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.