Medida esdrúxula: Doria proíbe bares e restaurantes de vender café adoçado

Mais uma medida esdrúxula acontece no Estado de São Paulo. João Dória assumiu sua capa de ditador e, através da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (ALESP), que, em sua maioria, é da base de apoio do governador, está interferindo em comércio privado.

Os deputados estaduais, com algumas exceções, são parasitas estatais e se alimentam das emendas e verbas liberadas pelo governador, estabeleceram que se o café amargo acabar antes do adocicado, o adocicado não pode ser vendido.

O Estado sempre com alguma medida intervencionista travestida de boa intenção, para colocar suas garras na iniciativa privada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.