‘Não levem crianças para tomar vacinas sem autorização da Anvisa’, diz Queiroga

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, confirmou hoje (16/9), que o governo federal decidiu suspender a recomendação de vacinar irrestritamente a adolescentes entre 12 e 17 anos. A orientação do Ministério é que só sejam imunizadas pessoas nessa faixa etária com deficiências permanentes, comorbidades ou privadas de liberdade.

Queiroga afirmou que os estados e municípios iniciaram a imunização desse público muito antes da data prevista, que deveria começar hoje, porém, cerca de 3,5 milhões de adolescentes já foram vacinados no país desde o mês de agosto. “Como é que nós conseguimos coordenar uma campanha nacional de imunização dessa forma”, reclamou o ministro.

Então meus amigos 5.570 secretários de saúde do Brasil, sigam a recomendação do PNI. Não dá para o ministério da Saúde se responsabilizar por condutas que são tomadas fora das recomendações sanitárias do país. Não apliquem vacinas que não têm autorização da Anvisa. Mães, não levem suas crianças para as salas de imunização para tomar vacina que não tenha a autorização da Anvisa.

Queiroga

O ministro também afirmou que muitas cidades estão usando outras vacinas para a imunização dos jovens e que ainda não há estudos conclusivos sobre a efetividade ou efeitos adversos após a imunização desse público. No Brasil, a única vacina aprovado para esse grupo é o da Pfizer.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.