Senado dos EUA derruba vacinação obrigatória de funcionários de empresas

O Senado dos Estados Unidos votou, na noite de ontem (8/1), para derrubar a exigência da vacina contra a Covid-19, essa e proposta do presidente Joe Biden para empresas privadas com mais de 100 funcionários.

O esforço foi liderado pelo senador republicano de Indiana, Mike Braun, e precisava apenas de uma maioria simples de 51 votos para ser aprovado pela câmara.

A votação teve 52 votos favoráveis à resolução e 48 contrários.

Entretanto, a matéria agora vai para a Câmara dos Representantes, onde os democratas, partido de Biden, têm a maioria.

Independentemente do resultado no Congresso americano, a norma, cujas exigências entrariam em vigor em 4 de janeiro, foi suspensa liminarmente pela Justiça americana.

Vale ressaltar que, a maioria das empresas, adotaram voluntariamente medidas de segurança no início da pandemia Covid-19 para proteger seus funcionários e clientes e estão avançando com os mandatos de vacinas da Covid, independentemente de os tribunais derrubarem ou defenderem os regulamentos da administração Biden.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.